• Nova Folha Regional

Guaíba volta a bandeira laranja


A região de Guaíba volta a bandeira laranja. O Gabinete de de Crise do Governo do Estado observou redução de 26% no número de hospitalizações (de 39, para 34 e depois 25), resultando em índice de 6,19 hospitalizações a cada 100 mil habitantes, e também redução de número de casos ativos em relação a casos recuperados. A melhora foi observada tanto na macrorregião como no Estado como um todo.


Na segunda, 24, Guaíba registrou a 24.ª morte por coronavírus. Um homem de 72 anos, com histórico de doença cardiovascular crônica. O paciente estava internado há 17 dias no Hospital Berço Farroupilha. Guaíba já tem 1024 casos, sendo 645 recuperados, 341 em isolamento e 14 hospitalizados.

Na 16ª semana do modelo de Distanciamento Controlado, o governo do Estado acatou apenas um pedido de reconsideração, mantendo 12 regiões sob bandeira vermelha, com risco epidemiológico alto. Dessas, nove aderiram ao sistema de cogestão e adotam protocolos alternativos aos determinados pelo Estado para cada bandeira.

A divulgação das bandeiras definitivas, vigentes a partir da 0h desta terça (25/8) até as 23h59 da próxima segunda-feira (31/8), foi feita nesta segunda-feira (24/8) pelo governador Eduardo Leite.


“Nove das 21 regiões já estão em sistema de cogestão do Estado com prefeitos e recebemos pedido de mais uma. Não é liberação para se fazer o que quiser. Importante salientar que o engajamento de cada um de nós segue sendo um dos principais antídotos para evitar a expansão das Covid-19. Observamos episódios recentes de aglomerações e empreendimentos que não estão respeitando os protocolos, sejam do Estado ou os regionais. O governo busca fazer a sua parte para garantir atendimento a todos, ampliando estruturas de saúde no hospitais e municípios, mas precisa contar com a colaboração da sociedade. Para que não sejam necessárias medidas mais restritivas, é fundamental que a população continue ajudando”, destacou o governador.


Divulgado na última sexta-feira (21/8), o mapa preliminar da 16ª rodada trazia 13 regiões com alto risco epidemiológico. Depois de análise dos 10 pedidos de reconsideração enviados por municípios e associações regionais, o Gabinete de Crise acatou apenas o recurso apresentado pela região Covid de Guaíba, resultando em nove bandeiras laranjas (risco médio) e 12 vermelhas.


Santo Ângelo, Santa Rosa, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Passo Fundo tiveram o pedido indeferido e permanecem em bandeira vermelha, juntamente com Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre Pelotas e Palmeira das Missões, que já estavam com essa classificação e não apresentaram pedido de reconsideração

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba nossas atualizações

51 99616 7059

  • Branca Ícone Instagram
  • arroba

© 2020 by Bittencourt Branding | Nova Folha Regional | All Rights Reserved