Reflexões do Agora

Por Luiz Carlos Varella Prati


MINHA CIDADE

(Guaíba)


Quando ando pelas

ruas da minha cidade

sempre tropeço

na minha infância.

É que as calçadas

por ode andei

ainda guardam

meus primeiros passos.


Mudanças

Tenho lido as mais variadas manifestações e em diferentes meios de comunicação sobre as atitudes de nossos representantes nos parlamentos.

A tônica é uma só: é preciso mudar. Mas não ouço nenhuma voz capaz de sensibilizar nossos ouvidos, feridos pelo silêncio constrangedor daqueles que deveriam ser nossos interlocutores, para dizer que mais do que mudanças conceituais, precisamos de medidas radicais, de avanços constitucionais, da composição de uma nova matriz de sociedade.


GOTAS DO PENSAMENTO

- A saudade é uma louca, que cada dia mais se abraça à esperança de que tudo se refaça.

- Etapas são fissuras do tempo que, constrangido com sua unidade, permite o seu fracionamento.

- O meu lugar é o mesmo teu! As diferenças foram construídas sem a permissão de Deus.

- Há uma palavra que sempre nos devora, sem compaixão: adeus.

- Algumas pessoas são tão distraídas que passam por nossas vidas sem perceber que habitaram o nosso coração.

- Equilibrando-se num fio de esperança, o amor sobrevive aos temporais da alma.

- Quando ganhei a minha primeira bicicleta eu passei a pedalar nos meus sonhos pelos caminhos da infância.

- Quando o amor se instala, tomando posse da razão, todas as loucuras são permitidas no universo do coração.

Posts recentes

Ver tudo

Reflexões do Agora

FINAL Por Luiz Carlos Varella Prati A pá que cava o buraco na terra e planta o grão na esperança do fruto, é a mesma que encerra uma vida, na sutileza da hora final da sepultura. MENINA/Por Luiz Carlo

Reflexões do Agora

Por Luiz Carlos Varella Prati FLAGRANTE Claridade e luz... A hegemonia sobre a escuridão! Uma sinaleira apagada, em contradição com o momento. Um bêbado distraído, em sua introspecção cruzando a rua.

Reflexões do Agora

INTIMIDADE Por Luiz Carlos Varella Prati Anoiteço. Dentro de mim há uma lua, que anda nua no meu universo. Há também um sol-posto nos meus horizontes mostrando o fim do dia. Morando dentro de mim tamb

ÚLTIMAS NOTÍCIAS