top of page

Recortes cotidianos

Vocês conhecem esses exemplares?

Natália Carvalho* naticarvalhoo@gmail.com @nnaticarvalho


O avanço tecnológico permitiu que mais pessoas tenham acesso às redes sociais e a informações que estão disponíveis na internet. Porém, essa facilidade de acesso não é democrática, na medida em que muitos possuem acesso, mas não dispõem do letramento necessário para a utilização dessas ferramentas.
As pessoas estão presentes nas plataformas, na medida em que fazem um cadastro e aceitam os termos de uso, mas não compreendem como cada uma delas realmente opera. Da mesma forma, não possuem o conhecimento necessário sobre como se portar dentro desses ambientes digitais, assim como não conseguem discernir notícias de informações falsas e trabalham como uma espécie de reprodutores de fakenews, contribuindo para o caos que se instala nas redes.
A plataformização também estimula um comportamento social que se destacou nos últimos anos: os sabe-tudo. Eles não são necessariamente indivíduos que realmente sabem tudo, mas acham que sabem e, o que é pior: precisam demonstrar todo o seu (des)conhecimento nas redes, para quem quiser ler e/ou ouvir.
Na maioria das vezes funciona assim: a mídia tradicional dita uma pauta – que vai desde a Guerra na Ucrânia até o desaparecimento da Princesa Kate, passando por uma série de outros assuntos e o nosso amigo Sabe-Tudo corre para as redes com o objetivo de manifestar sua nada humilde opinião.
Ele, na maioria das vezes não tem o conhecimento suficiente para emitir um discurso sobre, mas tem a confiança necessária para isso. O Sabichão acredita que ter lido meia dúzia de linhas ou ter escutado o comentário de um influencer que ele acompanha é o suficiente para que ele se posicione como um especialista no assunto. Se sente capaz de discordar até de – veja só! – um especialista no assunto. A confiança do Sabe-Tudo é tanta que ele tem a ousadia de discordar de alguém que estudou a fio e continua sempre buscando atualização sobre determinado tema.
O que eu vejo desses exemplares a cada vez que abro uma rede social não está no mapa! Os Sabe-Tudo parecem se multiplicar! Eles não podem ver uma pauta nova que correm, na velocidade da luz, para destilar todo o seu conhecimento. Não podem ver uma discussão sobre a política monetária internacional, sobre impostos, sobre a escalação do time do XV de Piracicaba, sobre o aquecimento global, sobre as demissões coletivas da empresa X, sobre o asfalto da rua Y, sobre vacinas, sobre qualquer assunto, que já correm para expor suas brilhantes opiniões e comprar briga com metade dos participantes da rede social. Quando puderem, parem um pouco para admirar nossos amigos nesses ambientes digitais. Apreciem com gargalhadas, indignação, vergonha alheia ou invejem a autoconfiança dessas pessoas.
* Publicitária,
Mestre e Doutoranda.

Posts recentes

Ver tudo

Recortes Cotidianos

Que saibamos agradecer o básico Natália Carvalho* naticarvalhoo@gmail.com @nnaticarvalho Absolutamente difícil falar de qualquer assunto essa semana que não seja o temporal. Durante toda a vida, lemb

Recortes Cotidianos

Menos um ano, mais vida Natália Carvalho* naticarvalhoo@gmail.com @nnaticarvalho Costumo dizer que os ritos são essenciais na vida dos seres humanos. Eles são quebra de rotina, nos fazem parar para o

Recortes Cotidianos

2023, 2024 e um monte de coisinhas... Natália Carvalho* naticarvalhoo@gmail.com @nnaticarvalho Mais um final de ano e, provavelmente, todos nós chegamos exaustos até aqui. Da mesma forma com que pare

Commentaires


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page