Recortes cotidianos

Páscoa é tempo de celebrar!

Natália Carvalho- Publicitária naticarvalhoo@gmail.com
Eu sou uma pessoa naturalmente festeira. Não no sentido de balada, porque para balada eu nunca tive paciência: aquela coisa de se arrumar, ficar tempos em fila, com frio ou calor, lugar lotado, gente se empurrando, não é comigo. Eu gosto é das festas familiares e confraternizações entre amigos. Nessas ocasiões, normalmente eu sou convocada a ser organizadora – e adoro essa função toda!
Sou cria de uma família católica e a Páscoa é uma das celebrações mais importantes, se não a mais dentre todas. Confesso que quando fiquei mais velha, parei de frequentar a igreja, mas gosto dos rituais e das celebrações. Páscoa sempre é sinônimo de renovação. Quaresma é tempo de reflexões e a Páscoa nos traz todo o simbolismo da vida nova. Ares de mudanças.
Antes de a Marina nascer, eu sonhava em ter uma família e sempre pensava nas datas comemorativas, na presença da minha filha nessas ocasiões especiais. Imaginava como seria minha criança envolvida em toda essa função de esperar Papai Noel e Coelhinho da Páscoa. Nas pegadas do bichinho pela casa, na expectativa antes de dormir, pensando se o Coelhinho viria ou não. Deixar cenoura que amanhece mordida, desvendar as pistas, encontrar os doces.
É tudo tão mágico e a infância passa rápido demais! Durante poucos anos eles vão viver essas experiências, mas as memórias afetivas que construímos durante esse período os acompanham durante a vida toda. Eu tenho bem presente nas lembranças as tantas vezes que não consegui dormir esperando alguma oportunidade de ver o Coelhinho durante a madrugada, enquanto ele viesse deixar doces na minha cestinha. Lembro que eu e minha irmã acordávamos ansiosas (tá bem, eu muito mais que ela!) para procurar ovos e como era incrível tudo aquilo.
Quero que a Marina viva a Páscoa com tudo o que tiver direito. Durante essa semana pintamos cascas de ovos para criar nossa árvore de Páscoa, arrumamos cestinhas e fizemos desenhos para o Coelhinho. Não quero que ela entenda a Páscoa apenas no sentido material – e de guloseimas dessa data, mas que compreenda a magia e a importância das tradições que nos acompanham por anos.
Eu desejo a vocês uma Páscoa doce. Que tenha chocolate, mas principalmente a celebração. Uma mesa farta de amor, de paz e de bons sentimentos. Que vocês vivam o espírito de renovação. Que encontrem a magia que vive no olhar de uma criança e que ela acompanhe vocês durante a vida.

Posts recentes

Ver tudo

Fevereiro! Finalmente acabou o janeiro quente e que parecia não ter fim! E eu fiquei super feliz quando vi a programação da Netflix para esse mês e o primeiro nome que estava lá na lista, com estreia

Natália Carvalho* naticarvalhoo@gmail.com A internet é um grande palco pra gente mal-educada. E aqui faço essa afirmação com propriedade, como pesquisadora de Comunicação que estuda as interações em r

Primeira semana do ano é aquela que é uma mistura de ressaca das festas de fim de ano, quando o corpo pede repouso da comilança exagerada e das bebidas que passamos um pouquinho da conta. Ele também s

ÚLTIMAS NOTÍCIAS