Questão de pontuação - Valmir Michelon

Atualizado: 29 de Jun de 2020

Não precisa deixar de comer! Segue algumas dicas e uma receitinha de bolo de fubá para vocês não perderem a linha.


Em tempos de maior uso das redes sociais para nos comunicar em virtude da pandemia, algumas palavras, frases e textos podem ser interpretados de outra forma pelo receptor. Existem algumas coisas que a gente simplesmente não consegue transmitir em texto.

Nada substitui a conversa cara a cara, pois são as entonações, a linguagem corporal que nem a coleção mais completa de emojis consegue substituir. As vezes o silêncio fala mais que palavras, mas uma história, mostra como a pontuação podem mudar todo o sentido de uma frase.

Um homem rico estava muito mal. Pediu papel e pena e escreveu assim:

Deixo meus bens à minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres

No entanto, morreu sem que fizesse a pontuação.

Assim, questiona-se: a quem ele deixou sua fortuna?

Eram quatro os concorrentes: o sobrinho, a irmã, o padeiro, os pobres.

A irmão fez a seguinte pontuação: Deixo meus bens a minha irmã, não ao meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

Interpretação do sobrinho: Deixo meus bens a minha irmã não, ao meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

Interpretação do padeiro: Deixo meus bens a minha irmã não, ao meu sobrinho jamais! Será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

Interpretação dos pobres. : Deixo meus bens a minha irmã não, ao meu sobrinho jamais. Será paga a conta do padeiro nada. Dou aos pobres.

“Assim é a vida”, diz o texto. “Nós colocamos os pontos e isso que faz a diferença”.

Posts recentes

Ver tudo

Outro Olhar

Contra o pressimismo Valmir Michelon Desde que cheguei em Guaíba, em 1989, tenho escutado de diversas pessoas que aqui “nada dá certo”, “nada funciona”, “não tem cinema”, “a cidade é bonita, mas é mal

Outro Olhar

Último registro com o Lutz Valmir Michelon Há 19 anos, no dia 14 de maio, morria um dos mais importantes ambientalistas do mundo, o portoalegrense José Lutzenberger. Conheci ele na empresa Vida onde

Outro Olhar

Voltando a Sete de Setembro Valmir Michelon A vida nos apresenta desafios diários. Precisamos tomar decisões que só nós podemos fazer e mais ninguém. Há uma semana, depois de dez anos volto a morar e

ÚLTIMAS NOTÍCIAS