Prefeito pretende tornar Guaíba no Portal do Vale das Oliveiras

Guaíba será o portal de entrada do Vale das Oliveiras e vai ter na cidade o ouro líquido, que é o azeite”, afirmou o prefeito Marcelo Maranata, durante Sessão Solene de entrega da Medalha ao Mérito Freguesia das Pedras Brancas, na última sexta, 29, na Câmara de Vereadores. Na ocasião o prefeito Maranata apresentou o Projeto Guaíba das Oliveiras que será realizado em parceira com a Associação dos Consumidores de Azeite de Oliva (Abrazeite), vai receber a 1° Olifeira de 10 a 17 de abril de 2022. Segundo o prefeito, a oliveira tem se adaptado bem na região onde já são produzidos os melhores azeites do mundo, já com reconhecimento internacional.

Conforme Maranata, a cidade é a entrada do vale das oliveiras no RS que representam hoje 70% da produção nacional. No Estado são 36 cidades, entre elas Guaíba, que produzem azeite com mais de 120 produtores.

Conforme ele, Guaíba será a cidade do Turismo Comercial e Religioso, gerando empregos e renda para a população. Dentro deste projeto de turismo, o prefeito Marcelo destacou a criação do Caminho das Oliveiras que vai começar no Catamarã, com um planetário de realidade virtual de Jerusalém, e passará por toda a orla e mais a escadaria da cidade, encerrando no Matadouro Link. Uma das atrações do projeto que inicia no Domingo de Ramos e encerra na Páscoa, será o espetáculo da Paixão de Cristo. O prefeito anunciou o plantio de 300 mudas de oliveiras na cidade. Vamos investir no turismo religioso e desenvolver a economia regional”, comentou destacando que já tem o apoio do Ministério do Turismo para desenvolver o projeto.

Passaporte

Outro projeto apresentado é o Passaporte do Turista que busca incentivar o turismo em Guaíba. Junto com a CatSul, busca fazer com que turista possa conhecer os pontos turísticos, consumir na cidade e não ter custos com a passagem de volta.

Pioneirismo da Tecnoplanta

Uma das pioneiras no plantio da oliveira na Região foi a Tecnoplanta. Conceituada empresa no ramo de produção de mudas florestais, iniciou a produção de mudas de oliveira na cidade de Barra do Ribeiro em 2011, e consequente implantação dos primeiros olivais naquela região.

Com a aquisição de um olival já em produção na cidade de Caçapava do Sul, no ano seguinte, a empresa conseguiu adiantar o projeto de produção de azeite de oliva, tendo em 2013 sua primeira safra produzida e comercializada com a marca Prosperato. Neste curto período de elaboração de azeites no Brasil, a Prosperato já é conhecida por apresentar ao mercado um azeite de oliva de alta qualidade, verdadeiramente extra virgem, tendo obtido diversas premiações nacionais e internacionais.


Morador de Poa transforma sítio ocioso de Guaíba em olival

O cultivo da oliveira vem crescendo em Guaíba e Região. Formado em Administração e Economista Jayme Jardim Oliveira Filho, resolveu transformar seis, dos dez hectares do sítio da família, na localidade do Matias, interior de Guaíba, em um grande olival. “Nosso sítio era praticamente ocioso e busquei junto a dois amigos, um agrônomo e outro fazendeiro, orientações sobre qual seria a melhor cultura para aquela área”, comentou. Segundo ele, após muitos estudos e visitas a produtores, os três chegaram a conclusão de que a oliveira seria a melhor opção para aquela área.

Através do apoio da empresa Tecncoplanta, de Barra do Ribeiro, que além de mudas de forneceu o apoio técnico, foram plantadas as primeiras mudas em 2017. Hoje são 1600 plantas. A primeira colheita está prevista para o começo do próximo ano. “Estou ansioso com a primeira safra e tenho ideia de ampliar a área plantada”, comentou. O produtor revela que já visitou olivais na Espanha e Portugal e, segundo ele, a qualidade do azeite do RS não deixa a desejar de marca do Exterior. Fotos Divulgação








ÚLTIMAS NOTÍCIAS