• Nova Folha Regional

Polícia encontra ossada humana no bairro Moradas da Colina


Durante a Operação Apito Final iniciada na quarta-feira, 10, em Guaíba, a a polícia encontrou uma ossada humana num matatal no final da rua João José Wust, bairro Moradas da Colina. Com ajuda de cães farejadores e com uma retroescavadeira foi enncontrada a ossada no cemitério clandestino. A operação teve por objetivo objetivo de desarticular uma rede de distribuição de drogas comandada por uma família composta por mais de 10 integrantes.

A Operação Apito Final que prendeu 11 pessoas, cumpriu 18 ordens judiciais por 80 policiais civis com 25 viaturas, com o apoio da coordenadoria de recursos especiais e divisão de operações aéreas, além de 20 policiais militares da Brigada Militar e canis do DENARC e do CEBS.

Na área onde foi realizada a ação, a Policia Civil apreendeu também drogas e anotações sobre o tráfico de entorpecentes. Foram 12 meses de investigação no município de Guaíba contra rede de distribuição de narcotráfico. Conforme a delegada Karoline Calegari, nos últimos quatro anos, os filhos da matriarca assumiram papel de destaque e liderança junto com a mãe, tocando aos dois filhos homens negociar, distribuir e coordenar o esquema de tele entrega da droga, além de oprimir moradores a guardar drogas, sendo que os que se negam são expulsos de suas casas.

O grupo criminoso se favorece por atuar num local estratégico, pois residem num complexo de casas situado no entorno de um matagal que serve de esconderijo de drogas e armas, havendo indícios de que o matagal serve também para ocultar corpos de usuários e de rivais.

A Delegada Karoline Calegari afirma que “é uma forte ação contra criminosos atuantes na região.” O Diretor da Segunda Delegacia de Polícia Regional Metropolitana - 2ªDPRM, Delegado Mario Souza destaca “a alta eficiência do trabalho integrado entre as forças de segurança que proporcionam um mais amplo enfrentamento ao crime”, bem como “a realização de mais uma operação especial na região metropolitana, executando um trabalho de repressão qualificada ao crime.”



ÚLTIMAS NOTÍCIAS