Operação Dominó desarticula organização criminosa do bairro São Jorge





Após um ano de investigação por parte da Delegacia de Polícia de Guaíba, foi desencadeada a OPERAÇÃO DOMINÓ, visando cumprir nove mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão.


Segundo a DP de Guaíba, a investigação visou desarticular organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas no Bairro São Jorge, em Guaíba.


Foram identificados e presos o líder do grupo, o gerente, que é seu irmão,

os responsáveis pelo armazenamento das substâncias entorpecentes, olheiros e colaboradores do tráfico, incumbidos de monitorar as vias de acesso do Bairro e avisar aos integrantes do grupo sobre a movimentação e aproximação da Polícia.


Também durante as investigações, verificou-se que o líder do grupo chegou a negociar explosivos, vindo a acertar a compra de banana de dinamite, usualmente utilizada para explodir caixas eletrônicos.


Foram presos os nove alvos e foram apreendidos 4 kg de maconha, setecentos reais, uma pistola 9mm, uma espingarda calibre .12 e um revólver calibre .22, munição, e um simulacro de arma de fogo.




Conforme a Delegada Karoline Calegari, que presidiu as investigações, a operação DOMINÓ foi um passo importante para a desarticulação de uma organização criminosa que, de forma violenta e estruturada, conquistou a hegemonia do tráfico no Bairro São Jorge.


Na data de hoje, foram cumpridas as 21 ordens judiciais por 42 policiais civis e 10 policiais militares, com 20 viaturas. A operação também contou com o apoio da CORE e apoio aéreo da Polícia Civil.


Para o Delegado Mário Souza, Diretor da 2 DPRM, esta foi mais uma ação contundente da DP GUAÍBA contra a criminalidade organizada e contra o narcotráfico, destacando a importância da integração entre Polícia Civil e Militar.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS