O gato - Luiz Carlos Prati


Um gato vai passeando pelo telhado, sem perceber a lua o espiando e pintando o seu pelo de prata.

Segue a sua sina de fugir da rotina da casa quando algo o desagrada.

Faz das telhas onde pisa o caminho para a imensidão da noite, que aguarda suas caminhadas sem rumo certo, eis que não faz parte da sua rotina seguir apenas os ratos.

Estranho


De ti pouco conheço

Mas te reconheço

Com teu rosto universal

Que forma um ser.

Somos desconhecidos

Mas me identifico contigo

Na singeleza de um olhar:

- olhar que desvenda

A nossa razão de existir

De sentir que, afinal,

Somos irmãos.


Gotas do pensamento

- Os sonhos devoram a realidade.

- As mãos do relógio vão acariciando as horas, enquanto a vida, lá fora, escorre pelos caminhos do tempo.

- Aquele carneirinho distraído, fingindo-se de nuvem, está pastando nos campos do céu.

- De todos os atos, concreto é aquele que reflete o fato com todas as suas verdades, imune às versões.

- Caminhando no astral mais profundo, tropecei numa estrela e caí no colo do mundo.






Posts recentes

Ver tudo

Reflexões do Agora Luiz Carlos Varella Prati

EMOÇÕES Ah! Se a gente pudesse dominar os sentimentos! Mas eles nos tomam, assaltam nossas fortalezas, vão dominando os espaços mais reservados da razão, submetendo-nos aos domínios incontidos da emo

Reflexões do Agora

AS RIQUEZAS Luiz Carlos Varella Prati As riquezas materiais são tão insignificantes, que mal consigo vê-las quando aprecio o horizonte das minhas manhãs feitas de luz. São tão pequenas, nada represent

Reflexões do Agora

PRESERVAÇÃO DA NATUREZA Luiz Carlos Varella Prati No bosque, morava um sonho. Na primavera aspirava o perfume e acariciava as pétalas macias das flores. Ouvia o canto dos passarinhos e se banhava num

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba nossas atualizações

51 99616 7059

  • Branca Ícone Instagram
  • arroba

© 2020 by Bittencourt Branding | Nova Folha Regional | All Rights Reserved