O gato - Luiz Carlos Prati


Um gato vai passeando pelo telhado, sem perceber a lua o espiando e pintando o seu pelo de prata.

Segue a sua sina de fugir da rotina da casa quando algo o desagrada.

Faz das telhas onde pisa o caminho para a imensidão da noite, que aguarda suas caminhadas sem rumo certo, eis que não faz parte da sua rotina seguir apenas os ratos.

Estranho


De ti pouco conheço

Mas te reconheço

Com teu rosto universal

Que forma um ser.

Somos desconhecidos

Mas me identifico contigo

Na singeleza de um olhar:

- olhar que desvenda

A nossa razão de existir

De sentir que, afinal,

Somos irmãos.


Gotas do pensamento

- Os sonhos devoram a realidade.

- As mãos do relógio vão acariciando as horas, enquanto a vida, lá fora, escorre pelos caminhos do tempo.

- Aquele carneirinho distraído, fingindo-se de nuvem, está pastando nos campos do céu.

- De todos os atos, concreto é aquele que reflete o fato com todas as suas verdades, imune às versões.

- Caminhando no astral mais profundo, tropecei numa estrela e caí no colo do mundo.






Posts recentes

Ver tudo

Reflexões do Agora

Minha maneira Por Luiz Carlos Varella Prati Gosto de viver à minha maneira, porque nada me insinua o que devo fazer. Se me sinto no vazio, logo os meus pensamentos me levam para onde eu gostaria de es

Reflexões do Agora

Mais um ano Por Luiz Carlos Varella Prati Na bagagem deste ano que se vai encerrando, vou levando partículas dos meus dias. Foram tantas as estradas, tantos os caminhos por onde cruzei, cada qual com

Reflexões do Agora

FLAGRANTES Por Luiz Carlos Varella Prati Flagrantes de juventude vão tecendo a minha memória. É lá que me encontro, desafiando a solidez do tempo, relembrando os meus momentos, quando me fazia vida o

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba nossas atualizações

51 99616 7059

  • Branca Ícone Instagram
  • arroba

© 2020 - 2021 by Bittencourt Branding and Books | Nova Folha Regional | All Rights Reserved.