Narcisismo

Por Jorge Cabral


Conta a lenda grega que Narciso era filho do deus do Rio Cefiso e da ninfa Líriope, nasceu muito belo, sua mãe preocupada perguntou a um adivinho se o filho teria vida longa.

O adivinho respondeu que o menino viveria desde que não visse a si próprio, pois caso isso acontecesse, recairia uma maldição sobre ele, que o levaria a morte. Ao crescer aquele jovem de beleza inigualável passou atrair olhares das ninfas donzelas que eram deusas jovens e formosas da região. Embora fosse cortejado, preferia ficar sozinho, pois acreditava que encontraria alguém que merecesse o seu amor. Uma das ninfas chamada Eco, apaixonou-se perdidamente por Narciso, a qual foi recusada por ele. Enraivecida Eco pediu a deusa da vingança Nêmenis que fizesse Narciso se apaixonar por alguém que não conseguisse possuir. A maldição foi lançada sobre ele. Eco certo dia atraiu Narciso para uma fonte, ao beber a água Narciso olhou seu reflexo, sem saber que era ele mesmo, apaixonou-se intensamente pela própria imagem. Paralisado ficou a observar seus cabelos, seus olhos, sua boca sem tirar os olhos de si. Conta-se que a lenda possui dois finais, um que Narciso passou tanto tempo admirando-se e sabendo que não poderia se possuir, fato que lhe causou grande frustração e tristeza, que provocou sua morte por desgosto.

Outro final é que Narciso ao tentar tocar em sua própria imagem na água refletida, caiu e se afagou. Na antiga Grécia a lenda tinha como significado de que tudo que ultrapassa o limite do equilíbrio em grau de exagero nos excessos da confiança, orgulho, remete a arrogância, empáfia e vaidade que são destrutivos. Atribuem os historiadores como erro de Narciso, não ter sabido escolher seu amor.

Na psiquiatria Freud utilizou a lenda como narcisistas àqueles indivíduos que são obsessivos pela sua própria imagem que representam. Esses possuem a crença que são melhores que os outros, achando-se que são admirados por todos. Acham que todas as pessoas são inferiores a eles. São arrogantes e vaidosos e não possuem empatia com os outros, não enxergam tais sentimentos distorcidos, atribuem como qualidades. Especialistas afirmam que todos possuem um pouco o que não traduz em patologia, hoje demonstrado por muitos na admiração de seus reflexos nas selfies de seus celulares. No entanto o narcisismo de forma acentuada é encontrado em alguns candidatos que atribuem-se a si em suas arrogâncias, que antes deles nada aconteceu, propagam isso em algumas frases, como: “....nunca na história deste país...”, enquanto, sem se darem conta, estão se afogando na lama do chorume que produziram pelos seus atos.

https://youtube.com/watch?v=pQ1InSiOAXc&feature=share

Posts recentes

Ver tudo

Mesmo que o tempo seja uma ilusão de uma continuidade perene, sentimos sua realidade, o que nos faz acreditar em sua existência, pelo processo do envelhecimento que é um dos efeitos dentre outr

Dos precatórios e das mortes A brutalidade no descaso com a população, às vezes leva o indivíduo à morte pela falta do cumprimento das decisões judiciais em que a Fazenda Pública é a devedora nos cham

REENCONTROS DO TEMPO A Teoria da Relatividade ensinou que o tempo não é absoluto no universo, considerando que nele estamos inserido, independente da influência gravitacional, presenciamos seus efe

ÚLTIMAS NOTÍCIAS