Metalúrgica Padre Réus encerra atividades depois de quatro décadas

Depois de mais de quatro décadas, a Metalúrgica Padre Réus, localizada na rua Santa Catarina, encerrou as suas atividades no mês de junho. A decisão de fechar a empresa partiu da própria família, após o falecimento do proprietário Luiz Carlos Rodrigues de Avila, em janeiro deste ano, aos 65 anos.
Ao longo desta história, a Padre Réus marcou presença em exposições e foi premiada na área da indústria e do comércio na cidade de Guaíba. Muitos profissionais aprenderam seus ofícios e iniciaram suas carreiras na Padre Réus. Luiz Carlos, por se identificar com estes jovens, gostava muito de ensiná-los e oportunizava o primeiro emprego.
Luiz Carlos nasceu em Esteio, numa família humilde com quatro irmãos e trabalhou em atividades simples como engraxate e vendedor de frutas no início da sua vida profissional.
Nos anos 70, resolveu fazer o exame para ingressar no curso de torneiro mecânico do Senai de São Leopoldo e, em oração a Padre Réus, fez uma promessa que, se aprovado, seu primeiro negócio se chamaria Padre Réus.
Mais tarde, já com o curso concluído, mudou-se para Guaíba em 1973 buscando emprego na antiga Companhia Geral da Indústria, onde trabalhou por alguns anos até se desafiar no primeiro negócio próprio.
Sempre agraciado pelo Padre Réus, em 1978, com a ajuda da esposa Maria Ivone, abriu, na garagem de sua casa no bairro Cohab, a Serralheria Padre Réus. Na década de 90 mudou a sede da empresa, agora Metalúrgica Padre Réus, para um pavilhão maior na rua Santa Catarina, no Parque 35, último endereço da empresa. Ainda na década de 90 a Padre Réus adquire um importante maquinário para atender serviços de corte e dobre na região. Este foi um importante passo para o crescimento da empresa.
Os negócios prosperaram e a empresa foi ampliada fisicamente para três pavilhões, além de disponibilizar, em diferentes períodos, locações de empilhadeiras e de participar de paradas da empresa para manutenção de maquinário industrial, para em 2016, anunciar a abertura da Comercial de Aços Padre Réus, com produtos para pequenos e grandes serralheiros.
Luiz Carlos faleceu em janeiro de 2021, no ano em que a Metalúrgica completaria 43 anos e a Comercial de Aços 5 anos.



ÚLTIMAS NOTÍCIAS