Mais vacina no braço e comida no prato

Atualizado: Jun 27










No dia em que o Brasil registrou 500 mil mortes por Covid 19, ou seja como se cinco cidades como a população igual a de Guaíba fossem exterminadas, entidades sindicais e partidos políticos de esquerda realizaram um ato para cobrar vacina para todos, comida para as famílias e criticaram a atuação do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia. A data também lembrou as mais de 30 mil mortes no Rs e quase 300 óbitos em Guaíba.


Dezenas de pessoas concentraram-se em frente do Sinpacel, na rua Bento Gonçalves e seguiram pela rua 20 de Setembro, São José até a praça Gastão Leão. No caminho, manifestantes carregaram cruzes lembrando os mortos pela Covid 19, além de cartazes e faixas contra o atual presidente.


Nas ruas pessoas apoiaram a manifestação e outros criticaram. “Até que enfim alguém se manifesta diante da realidade do país”, comentou uma funcionária de uma loja. Outros criticaram o ato e teve bate boca entre manifestantes com apoiadores do presidente Bolsonaro. No final, foram colocadas diversas cruzes na praça Gastão Leão lembrando as mortes na pandemia. O ato ocorreu em mais de 400 cidades no Brasil.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS