Junta Militar em situação precária




A Junta Militar de Guaíba está trabalhando em situação precária e insalubre junto ao prédio da Secretaria de Turismo e Cultura. O espaço de nove metros quadrados não permite a permanência de mais de duas ou três pessoas na única sala que abriga duas mesas, o computador e o telefone.

A reportagem da Nova Folha teve que ser atendida na calçada na rua em virtude do pouco espaço.

Assim acontece muitas vezes para quem procura o serviço e em virtude do calor e espaço, são atendidos na calçada da Rua 14 de outubro. Os dois servidores não contam com banheiro, na sala, água, ou ar condicionado. Um dos funcionários teve que levar o ventilador próprio para poder trabalhar nos dias de calor.

Segundo os servidores, com serviço militar obrigatório desde 2020 aumentou o trabalho no local e o espaço foi reduzido. A Junta Militar cobra da prefeitura, desde a outra gestão, um local adequado do para melhor trabalhar e atender o público.


O que diz a prefeitura:


”Não recebemos reclamação oficial da Junta Militar, mas mesmo assim o Gabinete do Prefeito irá chamá-los para tratar do assunto”.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS