• Nova Folha Regional

Guaíba receberá arena poliesportiva

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e a prefeita em exercício Cláudia Jardim, assinaram na manhã de quarta, 3 de fevereiro, no auditório da Prefeitura de Guaíba, o termo de intenção para a construção de um dos mais completos espaços esportivos da cidade com 24 mil metros quadrados. O município é o primero do Estado a receber o projeto Brasil em Campo, espaço que contará com equipamentos esportivos e paradesportivos. No Brasil, 150 cidades estão sendo beneficiadas nesta etapa. A união disponibilizará de um recurso de 1,2 milhões de reais e em contrapartida o munícipio prepará a área com água e luz.

“É uma arena poliesportiva com várias modalidades. Trata-se de uma parceria entre Governo Federal e prefeituras, com gestão privada. E o que é importante ressaltar é o imediatismo: em 100 dias a partir da obra iniciada, ele estará concluído”, destacou o ministro Onyx Lorenzoni. Depois de pronto, a iniciativa privada poderá utilizar o espaço para eventos, comércio e alimentação.

A prefeita em exercicio Claudia Jardim agradeceu ao Ministro por incluir Guaíba neste projeto e destacou que irá montar grupo de trabalho para definir a área para receber o complexo esportivo.

Lançado oficialmente em novembro de 2020 pelo Ministério da Cidadania, o Brasil em Campo é uma iniciativa inovadora. O projeto é constituído por ações federais, municipais e da iniciativa privada, unindo infraestrutura esportiva 100% acessível, sustentável e de livre acesso para as práticas esportivas.

Depois de pronto, o projeto fica a cargo das gestões locais e de empresas interessadas em explorar o espaço, que será compartilhado com turnos escolares de segunda a sábado. Dessa forma, os espaços das unidades vão potencializar o programa com captação de novas fontes de receita pelo setor privado, geração de novos empregos e renda, além da promoção da cidadania, pela prática desportiva.

O contrato, a princípio, será de cinco anos. Ao fim, o Governo Federal fará a inspeção e análise. Se a estrutura estiver em perfeito estado de conservação, a União transfere todo o equipamento e gestão para o município.

Ministro anuncia ampliação do Programa Criança Feliz

Durante assinatura do programa Brasil em Campo, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, anunciou que a idade máxima dos beneficiados pelo Programa Criança Feliz passará de 36 meses para cinco anos e 11 meses. O minsitro esteve em Guaíba acompanhado pelo secretário Especial de Desenvolvimento Social, Sérgio Queiroz, e pela secretária Nacional de Atenção à Primeira Infância, Luciana Siqueira. Atualmente, são 1,1 milhão de atendidos pela iniciativa, incluindo gestantes e crianças de zero a três anos.

Outra iniciativa que o Governo Federal pretende integrar ao conjunto de ações de proteção às crianças e jovens do país é atribuir bônus por mérito aos beneficiados pelo Bolsa Família. As mães dos estudantes que se destacarem nos Jogos Escolares Brasileiros ou nas Olimpíadas do Conhecimento terão crédito extra no programa de transferência de renda. “A criança que se destacar no JEBs ganhará um prêmio e depois um estímulo ao esporte, uma pequena bolsa, que vai se agregar ao Bolsa Família da mãe. Se a mãe ganha R$ 200, a família vai ganhar mais R$ 100, ou seja 50% serão agregados porque a criança é boa no esporte. E nas Olimpíadas do Conhecimento, vamos premiar, em 17 áreas do conhecimento, as 10 mil crianças do Bolsa Família que se destacarem também com o valor de R$ 100, para que a família não tire ela do estudo para fazer outra atividade em busca de rendimento”, afirmou o ministro da Cidadania.

Na mesma oportunidade, foi apresentado o Programa Criança Feliz em que o CRAS Zona Sul atende gestantes e crianças até 36 meses, focando no pleno desenvolvimento cognitivo nos primeiros mil dias de vida. Após a apresentação na Prefeitura, o Ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni e sua equipe se dirigiram até a São Jorge para realizar uma visita domiciliar e acompanhar in-loco a realização do Programa Criança Feliz.

“Foi muito gratificante estar no município e acompanhar uma visita a uma das famílias do programa. O município fez a adesão e iniciou a capacitação e formação em 2020, um ano atípico, de pandemia. Mesmo assim, foi feita a capacitação, as equipes foram a campo dentro das limitações do período e o trabalho foi desenvolvido com muita qualidade”, afirmou Luciana Siqueira. “A gente vê isso especialmente no retorno que as famílias dão acerca da presença do visitador nas casas. Isso nos deixa muito gratificados. O empenho, o entusiasmo e o envolvimento são características marcantes nas equipes do Criança Feliz”, completou a secretária Nacional de Atenção à Primeira Infância do Ministério da Cidadania.

O Criança feliz é um programa do Governo Federal que trabalha o desenvolvimento infantil, habilidades cognitivas e motores das crianças, além do fortalecimento da parentalidade (vínculo e papel dos cuidadores na vida da criança), tudo por meio de brincadeiras propostas pelos visitadores, a partir da visitação domiciliar às famílias. A iniciativa está presente em 2.928 municípios brasileiros.


Fotos Rafael Carvalho/Divulgação

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba nossas atualizações

51 99616 7059

  • Branca Ícone Instagram
  • arroba

© 2020 - 2021 by Bittencourt Branding and Books | Nova Folha Regional | All Rights Reserved.