top of page

Feira do Livro de Guaíba inicia nesta segunda

Com slogan “ Ler é ser o escrever” abre nesta segunda-feira, 15 de maio, a 31ª Feira do Livro de Guaíba. A Feira que segue até o dia 21 de maio tem como patrono o escritor, jornalista e professor Juremir Machado da Silva. O tradicional evento da cidade ocorre desde 1987 e foi interrompido duas vezes de 1995 a 1997 e com a pandemia de 2020 a 2022. O evento da retomada dos livros na praça Gastão Leão, terá durante os 7 dias de evento, mais de 20 editoras e livreiros de todo o Rio Grande do Sul, além de diversas atividades culturais, palestras, debates e apresentações artísticas. Além da comercialização de livros de todos os gêneros e para todas as idades, a feira também oferece atividades para os jovens e as crianças, tais como contação de histórias, oficinas, teatro e shows. Também haverá espaço para alimentação com Food´s do nosso município e apresentações de música e dança.
A Feira do Livro de Guaíba é uma oportunidade para toda a população se aproximar do mundo dos livros, da cultura e do conhecimento. O Secretário de Turismo e de Cultura Ivo Schergl Júnior ressalta a importância da retomada da feira do livro após três anos de intervalo em função da pandemia de Covid 19.
“Nunca cogitamos interromper um dos eventos mais tradicionais da cidade, pois tudo que envolve a arte está ligado ao fomento da leitura. Não somos nada sem leitura e informação. A Feira do Livro é uma identidade do município e sempre será prioridade”, afirma o secretário da Setudec.

EM 1987: Os irmãos Guilherme Mello, Demétrio Mello com a prima Mariana de Freitas, segurando o cartaz da primeira feira do livro, que dizia que o livro é a energia da mente.Acervo Joaquim Mello


O PATRONO: Em entrevista ao jornal Nova Folha, o patrono Juremir Machado da Silva, destacou a alegria de ser lembrado pela Feira do Livro de Guaíba, onde já esteve outras vezes como palestrante e lançando livros. “É sempre uma alegria ser homenageado por uma feira do livro”, disse. “Quem promove feiras dos livros são heróis da cultura. É uma demonstração de amor pela leitura e que tem consequências importantes para a vida das pessoas e a cidade. Tiro o chapéu para quem faz feiras do livro como as de Guaíba”, complementou. Segundo ele, a feira é sempre uma relação de paixão de pessoas pela leitura. “O livro vai bem e tem futuro. Sempre haverá amantes do livro. Vive momento paradoxal, há muita leitura dentro da internet e o desafio e canalizar essa leitura de livro. Hoje a diversidade de opções na internet e grande e é difícil captar a atenção para a leitura dos livros.
Juremir publicou mais de 40 trabalhos e prepara nova obra ‘Derrotados e Triunfantes’, produção editada pela Almedina que trará contos e microcontos.
Juremir é natural de Livramento. Além de escritor, tradutor, jornalista e professor universitário. Graduado em história e em jornalismo pela PUCRS, fez doutorado e pós-doutorado em paris. Recebeu condecoração como Chevalier de l’Ordre des Palmes Académiques, pelo governo francês, Prêmio da Bienal do Livro de Brasília, por Jango, a vida e a morte no exílio; o Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), por Raízes do conservadorismo no Brasil, a Medalha do Mérito Farroupilha RS.

Fotos Arquivo Nova Folha

:MEMÓRIA: A I Feira do Livro de Guaíba ocorreu de 10 a 19 de julho de 1987, sendo promovida pela Associação dos Professores Municipais, Secretaria de Educação e Cultura, Desporto e Turismo. A iniciativa foi do professor Joaquim de Mello Neto, que presidia, na época, a Associação dos Professores Municipais. A feira foi coordenada por Joaquim de Mello Neto, Marli Borges de Barros, representando a Biblioteca Municipal e as professoras Núbia Lessa e Marlene Semler, da Secretaria Municipal de Educação. A madrinha foi a escritora Maria Dinorah, que não pode comparecer ao evento por motivo de saúde e foi representada por seu marido. O slogan foi “O livro, a energia da mente”. O convite dizia: Uma criança sem livros é o prenúncio de um tempo sem ideias”. A feira foi interrompida por três anos, em 1995, 96 e 97, voltando em 1998, tendo como patrono Moacyr Scliar. Os escritores Carlos Urbim e Altair Martins foram patronos duas vezes.

OS PATRONOS

1987- Maria Dinorah

1988- Sérgio Caparelli

1989-Mery Weis

1990-Carlos Urbim

1991-Jerônimo Jardim

1992-Paixão Côrtes

1993-Dilamar Machado

1994-Fernando Worm

1998-Moacyr Scliar

1999-Luis Assis Brasil

2000-Walter Galvani

2001-Carlos Urbim

2002-Mario Pirata

2003-Carlos Sant”Ana

2004-Altair Martins

2005-Marô Barbieri

2006-David Coimbra

2007-Leia Cassol

2008-Luis Coronel

2009-Tabajara Ruas

2010-Caio Ritter

2011-Jane Tutikian

2012-André Neves

2013-Marcelo Carneio da Cunha

2014- Luis Fernando Verissmo

2015-Alcy Cheuiche

2016-Tailor Diniz

2017-Armindo Trevisan

2018-Dilan Camargo

2019-Altair Martins

2023-Juremir Machado da Silva



PROGRAMAÇÃO 2023

SEGUNDA-FEIRA - 15 de maio:

 10h: Abertura das Bancas;

 11h: Abertura oficial da Feira com Patrono Juremir Machado da Silva;

 11h20: Resultado da escolha do novo mascote da Feira do Livro de 2024;

 11h30: Lançamento do edital cultural municipal “Mostra sIAG de literatura” através do ProArte Guaíba - LIAG (Lei de Incentivo ao Artista Guaibense);

 11h40: Homenagem ao escritor Renato Lacerda Isquierdo com um de seus poemas “Onde nascem os amigos”;

 13h30: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “Uma pequena História de Duendes” - com Vera Salbego;

 14h: Espetáculo “Entre Nuvens” - Núcleo Teatral;

 15h: Espetáculo “A Magia da Leitura” - Grupo Quiquiprocó;

 16h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “A Grande Cenoura” Jussara Mello, Carmen Henke e Dra. Marilia Papaleo Fichtner;

 17h: Intervalo interativo com o Mascote;

 18h: Show da Banda “Pequena Serenata”.


TERÇA-FEIRA - 16 de maio:

 10h: Abertura das Bancas;

10h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “As Sementes” - com Jonatan Ortiz;

11h: Espetáculo “A Flautinha Encantada” - Grupo Quiquiprocó;

13h: Intervalo interativo com o Mascote;

14h: Contação de Histórias “A Magia das Bolhas” - com Jonatan Ortiz;

15h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “Um Mundo Melhor” - com Jussara Mello;

16h: Teatro de Bonecos: Contos da Floresta – “A poção da bruxa” - com Fantomania;

17h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “O Menino que gostava do Sol” - com Vilson Larocca;

17h30: Estúdio de dança MC DANCE “A Carta” - Prof. e coreógrafo Maicon Macedo (Mostra IAG).


QUARTA-FEIRA - 17 de maio:

10h: Abertura das Bancas;

10h: Contação de História “As quatros Estações” - Grupo Quiquiprocó;

11h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “O Monstro do Guaíba” - com Chris Dias;

13h30: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “Tlim Tlim Tlim” - com Sandra Bortollotti;

14h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “O Coelho Mutante Wilbor” - com Michele Moscardini;

15h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “A Formiguinha Valente” - com Vera Salbego;

16h: Show Infantil “Estação Era uma vez” - Estação de Sonhos Escola de Arte;

17h: Espetáculo “Hollywood é aqui” - Grupo Quiquiprocó.

QUINTA-FEIRA - 18 de maio:

10h: Abertura das Bancas;

10h: Palhaça Assuntina;

11h: Espetáculo “O Último Copo d´Água”;

13h: Intervalo interativo com o Mascote;

14h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “Marieta” - com Léia Cassol;

15h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “O Chá das Maravilhas” - com Léia Cassol;

16h: Contação de História “A Menina dos dedos Mágicos” - com Lia Figas;

17h: Mostra IAG.


SEXTA-FEIRA

- 19 de maio:

10h: Abertura das Bancas;

10h: Contação de “Telefante Sem Fio” e palestra - poema “A Borboleta Azul”.Após, autógrafos de Pedro e a Fada dos Campos - com Mara Núbia;

11h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “De quem é a Casa?” - com Rosane Castro;

13h: Contação de “Telefante sem fio” e palestra - poema “A Borboleta Azul”. Após, autógrafos de Pedro e a Fada dos Campos - com Mara Núbia;

13h30: Intervalo interativo com o Mascote;

14h: Espetáculo “Roupa Nova do Rei” - com Raiar Produções;

15h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “Pinta uma História pra Mim” com Jacira Fagundes;

16h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “O Voo de Lisbela” - com Rosane Castro;

17h: Show da banda “Porta Mágica”;

18h30: Slam Para Leigos (Mostra IAG);

19h30: Show Brenda Rosa (Mostra IAG);

20h: Coral da Associação de Canto Coral de Guaiba (ASCORG).


SÁBADO- 20 de maio:

10h: Abertura das Bancas;

10h: Bate Papo sobre a História de Guaíba, com o autor do livro “Estudos guaibenses: conhecendo Guaíba e sua realidade”, - Prof. Valdivino Rodrigues;

11h: Palhaça Assuntina;

14h: Bate Papo com Escritores;

16h: Espetáculo “A História do Vovô Cascudo” - com Raiar Produções;

17h: Mostra IAG;

17h30: Intervalo interativo com o Mascote;

18h: Show da banda “Pequena Serenata”.


DOMINGO - 21 de maio:

11h: Abertura das bancas;

11h: Palhaça Assuntina;

13h: Intervalo interativo com o Mascote;

14h: Contação de Histórias e Sessão de Autógrafos “Lilica Os Mistérios do Universo” e Bate papo referente ao livro “Apenas alguns versos: declaração para iniciantes” - com Mariana Soares;

15h: Bate papo cin o Patrono Juremir Machado da Silva;

 16h: Bate papo e ilustrações de livros “Uma Pequena História de Duendes”e “Contos que Gustavo Conta” - com Tristan Arcada;

 17h: Espetáculo “Amazônia um Olhar Sobre a Floresta” - com Raiar Produções;

 18h: Cerimonial de encerramento da Feira do Livro de 2023;

 18h30: Espetáculo “O Hospital Bazar”.


Comments


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page