top of page

Estátua do cantor José Cláudio Machado será inaugurada no domingo

Obra foi feita pelo artista mineiro Léo Santana que acompanhou a colocação na estátua nesta sexta-feira,18 de novembro.

Inaugura em Guaíba, neste domingo, 20, a estátua de José Cláudio Machado, cidade que adotou e viveu seus últimos anos de vida. Essa é a primeira estátua de bronze em memória ao compositor, músico, cantor e grande intérprete.
O evento marca os dez anos da morte da voz de ouro da música gaúcha. José Cláudio morreu no dia 11 de dezembro de 2011 e nasceu em 17 de novembro de 1948. O monumento faz parte de um caminho cultural entre as principais cidades que fazem parte de sua trajetória: Guaíba, Tapes e Porto Alegre.
A estátua será instalada no Largo José Claudio Machado, dentro da programação da Multifeira Cultural, junto à Estação do Catamarã, à beira do Guaíba. Juntamente com a inauguração, acontecerá um show musical, às margens do Rio com 15 sucessos do músico homenageado, interpretados por artistas que fizeram e/ou se inspiraram na sua trajetória .
A banda base no palco terá os integrantes da última formação de José Claudio Machado: Beto Caetano, Osmar Carvalho, Sidiney Vargas, Adilson Carvalho, Evandro Leboutte, Fábio Pimentel.
A criação e confecção da estátua é do escultor Léo Santana que possui extensa trajetória em obras de arte públicas em todo Brasil. Léo Santana e a Fundição Artística Ana Vládia desenvolvem, há mais de 15 anos, trabalhos de fundição artística em bronze, homenageando grandes nomes da cultura (Carlos Drummond de Andrade - RJ e Simões Lopes Neto em Pelotas/ RS). A escultura será trazida de avião de Minas Gerais e o escultor Léo Santana estará presente na inauguração. Junto a estátua haverá placas com quatro idiomas.
Futuramente, a Associação Cultural José Claudio Machado pretende produzir homenagens ao artista nas cidades de Tapes, sua terra natal, e Porto Alegre, no Parque Harmonia, local referência da cultura nativista gaúcha. Desta forma, constituindo um caminho, onde o elo entre as três cidades onde ele deixou um grande legado.

Cavalgada em sua homenagem

Nesta sexta, 18, inicia a XI Cavalgada Jose Cláudio Machado tendo concentração no galpão que leva seu nome na Cabanha Alto do Paraíso, interior de Guaíba. No sábado a cavalgada segue até o CTG Gomes Jardim e no domingo percorre o cemitério onde está sepultado, Restaurante Caramele que abriga um memorial do músico e Largo José Claudio Machado.

"Após uma década, conseguimos materializar o projeto da estátua, uma obra em bronze, perpetuando este grande personagem da cultura gaúcha.", destacou o médico Paulo Deboni, da Associação José Claudio Machado. Segundo ele, o projeto é resultado do esforço coletivo da Associação José Cláudio Machado, Câmara de Vereadores, Prefeitura de Guaíba e da iniciativa privada. "Estamos valorizando o legado diferenciado de canções imortalizadas na voz de ouro que retrata de forma fidedigna, o cenário de um campeiro de autentica alma gaúcha", comentou.

MÚSICAS QUE SERÃO INTERPRETADAS
1. Milonga Abaixo de Mau Tempo , letra Mauro Moraes - por Mauro Moraes
2. Pêlos, letra José Claudio Machado - por Graciele de Souza
3. São As Armas que Conheço, letra Miguel Bicca e Mauro Moraes - por Elton Saldanha
4. Cantar Galponeiro - letra Oacy Rosenhaim e Nilo Bairros de Brum por Marcus Vigolo / Fofa Nobre na Gaita
5. Potro Sem Dono, letra Paulo Portela - por João de Almeida Neto
6. De Como Cantar Um Flete, letra Gaspar Machado e música Lúcio Yanel - por Charles Arce
7. Lástima, letra Mauro Moraes - por Fátima GIMENEZ e Renato Borghetti
8. Campesino, letra José Claudio Machado e Jose Theodoro Júnior - por Manity Oliveira/ Helmo de Freitas- O Carijó (Rei Cantador , música homenagem pós )
9. Pedro Guará - letra José Claudio Machado e Claudio B Garcia - por Esthevan Lima, gaita Alemãozinho da Acordeona
10. Poncho Molhado- letra José Hilário Retamozzo e Everton Ferreira - por Edson Dutra
11. Chasque Pra Dom Munhoz , letra Gaspar Machado - por Marcelo do Tchê
12. Gaúcho, letra José Claudio Machado - por Gilberto Monteiro
13. Defumando Ausências, letra Telmo de Lima Freitas - por Luiz Carlos Borges
14. De Bota e Bombacha, letra Mauro Moraes - por João Luiz Corrêa
15. Quando Sopra o Minuano, letra Barbosa Lessa - por Loma Pereira


Comments


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page