Energia Solar na Fábrica de Gaiteiros

Parceria viabiliza economia da ordem de R$ 17 mil reais em um ano, valor que pode ser investido na continuidade e expansão de ações socioculturais.



A preocupação com o futuro uniu a Ecosul Energias e a Fábrica de Gaiteiros, do Instituto Renato Borghetti de Cultura e Música, em uma parceria inédita. A partir de um sistema de energia solar fotovoltaico doado pela Ecosul, a sede do projeto, localizada em Barra do Ribeiro, será capaz de gerar sua própria energia de maneira limpa e renovável. Na última sexta-feira, 6 de agosto foi instalado um sistema com 35 módulos, capaz de gerar uma média mensal de 1.676 kWh e atender toda demanda de energia consumida atualmente na sede do projeto. A expectativa é promover uma economia de R$ 17 mil em um ano e de até R$ 1.075 milhão após 25 anos de geração.

“Apoiar projetos como a Fábrica de Gaiteiros é uma forma de contribuir para mudar o cenário de desigualdade e falta de investimento em cultura”, destaca o diretor-geral da Ecosul Energias, Alan Eduardo Spier. Para o músico Renato Borghetti, essa parceria converge com os objetivos do projeto. “Temos muito forte no nosso trabalho, a importância da preservação da natureza e da sustentabilidade. A instalação do sistema fotovoltaico é mais do que a economia financeira, ela vem agregar na nossa filosofia, e mostra para essa meninada que os recursos são finitos e que precisamos cuidar do futuro hoje”, disse Borghetti.



ÚLTIMAS NOTÍCIAS