top of page

Coluna JorGe Cabral

Mundo volátil

Jorge Cabral- Advogado e Escritor


Atualmente vivemos num mundo volátil, cujas relações não possuem mais a densidade duradoura como em épocas passadas, não que isto tenha sido um retrocesso, ao contrário, a tecnologia contribuiu em muito para que tudo esteja em nossa volta ser utilizado de modo acessível, ágil, leve, fácil no portar e suportar, onde possamos conviver o tempo todo de modo mais rápido, confortável e integrado nesta nova realidade. Porém, encurtou o espaço e distanciou as pessoas. Criou vários caminhos e retirou estradas sólidas de locais certos. Criou possibilidades de endereços múltiplos que se desfazem com simples gesto unilateral de encerramento, sem sair do mesmo local.

As relações humanas estão vivenciando uma espécie de torre de babel, onde a soberba faz com que ninguém se entenda, ouve-se, mas não se escuta, nem o próprio silêncio, onde às vezes é mais ensurdecedor e esclarecedor que o próprio barulho. Lixos em nossa porta virtual são despejados diariamente sem serem pelo menos classificados. Ubiquamente sentem-se onipresentes em todos os lugares e ao mesmo tempo não estão em lugar nenhum, nem mesmo dentro de si. Muitos se tornaram descartáveis para aqueles que se acham, embora perdidos, detentores do poder da exclusão de pessoas de seus pequenos mundos imaginários.


Enclausuram-se em suas próprias masmorras, aprisionados e regidos por sentimentos presunçosos da empáfia do orgulho, egoísmo, vaidade e arrogância. Preenchem-se de seu próprio vazio, faltam-lhes humildade e sensatez. Isolam-se de mãos dada com a própria ignorância. Tal realidade superficial é alimentada pela estética da retórica falsa. Retirou a intimidade das relações humanas, desnudou o corpo e cobriu a alma. Tudo escorre como fluído sem o controle pelas próprias mãos.


No entanto, embora o poder tenha sido dado para todos em manipular o convívio, não implicou na ausência da compreensão desta nova realidade em sua extensão, motivo pelo qual resiste a permanência de alguns sentimentos vivos e coloridos sem desbotarem com o tempo na memória das lembranças insistentemente presente, ocupando mais espaço que o próprio convívio. A morte virtual pelo cancelamento é somente aparente e mais penosa para aquele que matou, pois a pior morte para alguém é aquela que só se morre para alguns, e não para todos.

https://youtube.com/watch?v=R_UfqwaUYJw&feature=share


Posts recentes

Ver tudo

Jorge Cabral

FALAR É FÁCIL FAZER É DIFÍCIL Jorge Cabral,Advogado e escritor. *Autor do livro Belchior - A história que a biografia não vai contar” Entre tantos aforismos, este é um dos mais recorrente do dilema d

Joge Cabral

HISTÓRIA PRESENTE DO PASSADO AVESSO Advogado e escritor Ainda pelas estradas do Nordeste, na região metropolitana do Recife no Estado de Pernambuco, avista-se a localidade de Jaboatão dos Guararapes

Jorge Cabral

Um milagre de Natal Jorge Cabral- Advogado e escritor Seu José quando acordou, viu que em sua volta estavam diversas pessoas, adultos, jovens e algumas crianças. Sem saber de quem se tratava, percebeu

Comentários


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

bottom of page