• Nova Folha Regional

Coluna do Galvani

PREPARANDO A CHEGADA
DO COELHINHO...

Desafio de primeira: como se faz o contato com o “Coelho da Páscoa” e lhe apresenta as encomendas para este ano invadido por questões devastadoras, como sucedeu ao nosso 2021?

O pior é que as pessoas pensam que estou brincando e que não vale a pena ficar discutindo com alguém completamente fora da realidade. Mas, o tal coelhinho não é puro personagem de ficção?

Também fico em dúvida. Às vezes, penso, não seria melhor aceitá-lo como verdadeiro?

Com as toneladas de bobagens que andam dizendo e fazendo por aí, a dúvida agora fica comigo. E vejam só que as besteiras, nesse nosso pobre país estão sendo ditas do primeiro ao último escalão. Sim, isso mesmo que você pensou leitor amigo, indo do presidente da república a qualquer porteiro de cabaré...

Já nem sei mais se o que está acontecendo é de propósito ou por acaso... O fato é que quanto menos se espera, mais nos dão...

Meu Deus do Céu, (se é que existe...) até onde se pretende seguir?

Confesso que trabalho com uma agenda na mão e o pensamento no que possa contribuir para o desenvolvimento desse abençoado país, “bonito por natureza” e para que eu possa dar minha contribuição, com modéstia e uma espécie de “pré-desencanto” pelo que possa vir.

Trabalho desde 1952 ou 53, primeiro num banco americano, depois na Imprensa do sul, dia e noite, conquistando prêmios e me dedicando a cumprir minha missão, com dedicação. É muito? É pouco? No desenrolar desses anos todos, ganhei galardões internacionais como o “Casa de Las Americas” ou conquistei com meu suor, grandes feitos como eu mesmo considero, como ajudar a manter de pé e a serviço da população, o Mercado Público de Porto Alegre.

Assim tem sido minha modesta vida de jornalista de província aqui em São Pedro do Rio Grande do Sul.

Irei mais adiante, espero. Evitando aglomerações...

----------------X------------

Sem piadas nem provocações... Lendo e estudando. Escrevendo e me dedicando dia e noite a encontrar os caminhos sérios e adequados para uma carreira da qual nos orgulhamos.

De Canoas a Porto Alegre, passando por Cuba, Portugal e outros menos votados. E retornando a casa, sempre que preciso. Com honra e alguns respingos de glória...

Posts recentes

Ver tudo

Coluna Walter Galvani

VANDALISMO INÚTIL Alguns adotaram o “slogan” infantil, mas sereno: “Se puder, fique em casa” que, se nada tem de agressivo, em compensação não se refere em momento nenhum ao passeio destrutivo dos por

Coluna do Galvani

TRÊS VEZES QUATRO... A vida nos escorre entre os dedos, e quando nos damos conta já lá se foram três meses, um quarto do novo ano, mal havíamos fechado os olhos para os novos planos e projetos. O ano

Walter Galvani

MOLHANDO AS PLANTAS Foi remexendo em meus arquivos que deparei com um texto rejuvenescedor que me remeteu para o ano de 2002 e que, hoje nem sei se cheguei a mandar para o público. O certo é que reenc

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba nossas atualizações

51 99616 7059

  • Branca Ícone Instagram
  • arroba

© 2020 - 2021 by Bittencourt Branding and Books | Nova Folha Regional | All Rights Reserved.