Coluna de Walter Galvani



DE HOLLYWOOD A CLARK GABLE...

Walter Galvani-Integra a Academia Riograndense de Letras, autor de diversos livros e patrono das Feiras do Livro de Guaíba e Poa


É assim mesmo: um nome aqui, outro nome ali, e uma aparição diária pelo Facebook, garante uma presença segura e muitas vezes divertida ou preocupante, depende do ângulo com que se veja e quanta coisa nasce ou se sugere.

O primeiro dia de fevereiro começa, por exemplo, cheio de sugestões que nascem com as comemorações da data, com o aniversário de René Descartes, nascido em 1650 , e a estreia da ópera “La Boheme” de Puccini e porque Hollywood passou a chamar-se Holllywood, até o nascimento de Clark Gable no primeiro ano deste século. Tem de tudo. A listagem relembra o nascimento da cantora lírica italiana, Renata Baldi e o aniversário de Boris Ieltsin e a princesa Stephanie de Monaco, e o fato de ser véspera e o destaque para Nossa Senhora dos Navegantes e, consequentemente, Iemanjá. Tudo isso se concentra no primeiro e no segundo dia do mês de fevereiro e, para seguir com devoção e persistência, essas datas, fica uma pausa escancarada para a meditação humana.

Eis uma coisa a que os humanos não são lá muito chegados, mas até para fazer esta provocação, procuro pesquisar diariamente e aqui divulgo os resultados. Me agrada ver a Humanidade tropeçar em grandes datas esquecidas, enquanto outras asneirices alcançam o pedestal dos interesses populares, como se fossem grandes acontecimentos.

Nasceu James Joyce, num dia 2, como morreu Bertrand Russel, separados de 1882 a 1970, mas irmanados pela data do segundo dia do mês de fevereiro.

Quem diria que Hollywood duraria tanto e teria tal significado na vida moderna dos países, dos Estados Unidos à Turquia, passando pelo Brasil e pela Argentina?

Quando a gente se lamenta por uma invasão qualquer e perda de dados, quando o dia se assinala pela perda de dados e a invasão das páginas de Bolsonaro e seus ministros?

Será algo proposital ou acaso puro?


xxxxxxxxxxxxxxx----xxxxxxxxxxxxxxxxxx


Por isso, quando alguém me pergunta “como vou”, prefiro responder com cautela, “vou indo, vou indo” - eis que um passo atrás e um a frente, não comprometem ninguém.

Melhor, é ir avançando tão devagar quanto possível, do que ter de recuar em desabalada carreira para salvar as pernas e as cuecas...

Assim, será no dia 6 de fevereiro ou no primeiro, no Dia de Iemanjá ou na data da subida ao trono de Dom Manuel II. ou, que seja, o nascimento de Valerie Giscard D ‘Estaing, ou que não seja data de nada, apenas nos aguardando para sermos felizes...

Mas, nunca é demais relembrar e evitar, se possível a sedução dos erros do passado...

Posts recentes

Ver tudo

Coluna Walter Galvani

DIA, SEMANA E MÊS DA IMPRENSA Walter Galvani Honoré de Balzac é ótimo, mas é preciso condená-lo de saída, por esta posição ridícula que se caracteriza pela frase de que, se a “Imprensa não existisse,

Coluna Walter Galvani

EXCESSO DE HERÓIS, ESCASSEZ DE DATAS Você sabe, prezado leitor e tolerante amigo, o que significa para os portugueses, o dia 5 de maio por exemplo? Pois, pois... Instituído pela UNESCO é o “Dia Mundia

Coluna do Galvani

HOMENAGEM AO BRASIL É uma homenagem ao Brasil, pois a vila de Belmonte, hoje com pouco mais de 8.600 habitantes, sede de um município com 118,76 km2 de área, é a terra natal de Pedro Álvares Cabral, o

ÚLTIMAS NOTÍCIAS