• Nova Folha Regional

Bancada pede investigação na doação de terreno para o Inter em Guaíba



A Bancada do Partido Novo solicitou ao Ministério Público (MP) uma investigação sobre a doação de um terreno em Guaíba, transferido pelo Governo do Estado para o Sport Club Internacional. Os deputados Fábio Ostermann e Giuseppe Riesgo apresentaram um ofício ao MP que aponta indícios de irregularidades na operação, aprovada pelo Parlamento e sancionada pelo governador Eduardo Leite em novembro do ano passado.

Na proposta inicial, protocolada pelo Piratini, o imóvel estava avaliado em R$ 16,6 milhões. No entanto, o último balanço contábil do Inter, realizado por uma auditoria particular e divulgado no final de 2019, estima que a área tenha um valor de mercado três vezes maior: R$ 56,9 milhões.

Segundo o líder da Bancada do Partido Novo, Fábio Ostermann, a diferença de aproximadamente R$ 40 milhões pode ter ocasionado um grave dano ao erário.

“Não encontramos até aqui nenhuma justificativa plausível para essa diferença tão ampla nos valores de avaliação do imóvel. Há indícios de que a contrapartida paga pelo Internacional tenha um valor inferior ao de mercado, o que gera enormes prejuízos aos cofres públicos do Estado”, afirma Ostermann.

Entenda:

O projeto de lei que autorizou a transferência do terreno, obrigou o clube a aplicar os recursos da contrapartida (cerca de 20% do valor do imóvel, o que representa R$ 3,3 milhões) na reforma de escolas públicas, além de fornecer novos equipamentos de iluminação para as fachadas do Palácio Piratini e do Centro Administrativo (CAFF). Com quase 90 hectares, o terreno fica localizado na Estrada do Conde, na margem oposta do Lago Guaíba, praticamente em linha reta em relação ao Complexo Beira-Rio e ao Parque Gigante. Fonte Asessoria de Comunicação do Partido.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba nossas atualizações

51 99616 7059

  • Branca Ícone Instagram
  • arroba

© 2020 by Bittencourt Branding | Nova Folha Regional | All Rights Reserved