Alemãozinho da Acordeona recupera gaita depois de cinco anos






Na quarta-feira, 26, Osvaldo Lopes Boneberg, o Alemãozinho da Acordeona, que em julho completa 70 anos, recebeu presente antecipado de aniversário, recuperando na cidade de Passo Fundo, a gaita marca Todeschini que tinha há 50 anos e acabou sendo roubada há cinco anos, durante no Rodeio Internacional de Vacaria.

“Milagres acontecem, tinha perdido a esperança”, comentou o gaiteiro que voltou a Guaíba na madrugada de quinta-feira,27, muito feliz por ter conseguido resgatar um instrumento que fez carreira e marcou a sua vida.
Segundo ele, a esperança foi renovada neste ano quando um amigo do Mato Grosso, que tinha tocado com a sua gaita em Vacaria, teria visto alguém tocando com ele nas redes sociais. ‘Ele fez um print e percebi pelos detalhes que era a minha”, disse. Conversou com a delegada de Guaíba, Caroline Calegari que , segundo ele, prontamente o ajudou nas investigações e ela fez contato com delegado de polícia de Passo Fundo. De posse das informações do tipo de gaita de Alemãozinho, chegaram no músico que estava com o instrumento. A sua gaita foi roubada e levada para o Paraná e o músico de passo Fundo teria comprado o instrumento, sem saber que era roubada. “Agradeço o empenho e a atenção que foi dada pela nossa delegada que ajudou a recuperar a gaita que me acompanha há 50 anos”, comentou.
Alemãozinho da Acordeona e natural de Barra do Ribeiro, mas se considera guaibense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS