• Nova Folha Regional

a sombra escrita da imagem {Altair Martins]

20. Não serei a imagem de um cartão-postal


Na margem ofendida do lago

eu não serei o que foi um caibro de cedro,

nem serei o que foi um pote de sorvete,

nem o que foi uma bola que agora

é uma casca de fruta custando a apodrecer.


Não migrarei para a água ferida

que ainda se mexe

mesmo sem sangue.

Também não fugirei no barco da fotografia

que aprisiona um horizonte.


Muito menos aceitarei a areia cansada

ou os móveis que mergulham

à espera do esquecimento.

Não verei o televisor

que me fez esquecer

e será esquecido

pelos peixes que não precisam sorrir.


Falo

antes do oxigênio

e sua marcha ruiva

nos safanões da pele,

e sua neblina branca

na tarde dos olhos.


Escrevo

antes da tosse

e dos verões que virão ranzinzas

depois que a chuva vomitar os mortos

que nunca tiveram nome.


Na margem triste do lago

eu desejaria ter o luxo de ser a nuvem:

mais leve do que prestes a morrer.


Por enquanto

prefiro não ter mais bandeira

e sarar dos lugares que ocupei

porque eram lugares de homens brancos.

E não quero trabalhar de casa,

por mais que isso renda,

e deixar de almoçar entre os amigos.


Na margem morta do lago

terei a decência de ter dito não.


Confira o áudio: https://drive.google.com/file/d/19IAe3BhfrUsG8np_QUmzi9-00rlfepuD/view?usp=sharing




ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba nossas atualizações

51 99616 7059

  • Branca Ícone Instagram
  • arroba

© 2020 by Bittencourt Branding | Nova Folha Regional | All Rights Reserved