A NOVA RAINHA DA GAITA

Atualizado: Set 13


A gaita sempre foi um instrumento destaque em nosso Rio Grande. Nas últimas décadas, a mulher tem conseguido seu espaço. Adriana de Los Santos, natural de Guaíba, considerada a musa da gaita a ponto, conquistou seu espaço além fronteiras. Em 11 de outubro de 2022, Adriana, completará 30 anos em sua carreira, mesmo mês de aniversário da sua terra natal Guaíba, onde tudo começou.
A nova rainha da gaita do RS revela que muito se inspirou na eterna rainha do Acordeom Jeanette, da dupla Nelson e Jeanette. A música “Quebra-queixo”, é uma das suas preferidas. A gaúcha é também considerada como sexy symbol da gaita, com um sorriso cativante e olhar enigmático.
Tendo como padrinho artístico Airton Pimentel, autor de músicas como Vento Norte e outros clássicos da música gaúcha a sua sorte foi lançada em uma carreira que conta com mais de 35 shows em cidades europeias em 2014, entre Alemanha, Suíça e Áustria. Em 2016 voltou ao velho mundo para se apresentar em Paris. Sendo considerada a primeira mulher gaúcha a levar nossa cultura para tantas cidades europeias. Adriana participou da Fiesta Nacional del Chamame na cidade de Corrientes, na Argentina em 2014. Na carreira internacional, fez parte do calendário de musas acordeomistas na Polônia.

No cenário gaúcho ganhou o prêmio Victor Matheus Teixeira como melhor instrumentista de 2014. Prêmio concedido pela Assembleia do RS em reconhecimento de seu trabalho no exterior e dentro do Brasil, representando nossa cultura.

A sua lista de cidades gaúchas nas quais tocou é imensa, destacando Rodeios Internacionais como: Vacaria e rodeio de Charqueadas, shows estes realizados com a Banda atual Gurias Gaúchas, de sua criação e da cantora e contrabaixista Ariane Motta.
Em 2005, Adriana, junto de Ariane Motta, fizeram parte da Banda Só Gurias, considerada a primeira Banda Gaúcha do RS formada só por mulheres a tocar de Bota e Bombacha, conhecido como Só Gurias, onde fizeram muito sucesso e atingiram destaque inclusive sendo destaque na capa da revista Donna ZH. Com o trabalho de banda já levou a música gaúcha para diversos estados como: SC, PR, SP, DF e RR, destacando a Expotchê. No RS, realizou ainda show na Expointer.

Pelo Brasil e Exterior

Adriana também participou do Encontro de Acordeomistas do RJ e do Festival de Mulheres acordeomitas na Colômbia em 2020, sendo convidada a se tornar responsável por uma edição do festival no Brasil.


Em 2021 esteve na seleta lista de Corrientes / Argentina em celebração ao ritmo Chamame, como Patrimônio Imaterial da Humanidade. A nossa gaiteira, também foi citada no livro de Juliano Javoski, onde o autor do livro destaca Adriana como a mulher chamamecera da gaita, no RS.


A nova musa do acordeom, esteve neste ano no World Acordion Day-Edição Astor Piazolla, que reuniuos 15 melhores acordeomistas do mundo, representando o Brasil, Portugal, Lituânia, Itália, Ucrânia e Sérvia. Com sua gaita Scandalli em mãos, fez uma belíssima apresentação solo. O evento reuniu além de Adriana, Renato Borghetti, Oswaldinho do Acordeom, Hermeto Paschoal, Mirco Patarini, entre outros.

A carreira da guaibense, é repleta de muitas conquistas, entre elas entrou em 2014 para o time Roland representando a gaita FR 18. Atualmente, Adriana de Los Santos integra a banda Gurias Gaúchas e ministra aulas para o Instituto Renato Borghetti, unidade Fábrica de Gaiteiros/Butiá e realiza o projeto ‘De-lhe Fole’, onde ministra aulas de gaita ponto em projetos sociais no RS, inclusive em Guaíba, no bairro Parque 35.

Cidade natal

Adriana tem um carinho especial por Guaíba, cidade onde aprendeu a tocar e estudou. Ela poderia ter seguido a carreira de professora. Passou pelas escolas Nestor de Moura Jardim, Cônego Scherer e fez dois anos de magistério no Instituto Gomes Jardim. Largou o magistério mas segue focada na educação formando novos gaiteiros, seguindo as lições do seu mestre Sadi Cardoso, onde aprendeu a tocar gaita na infância, em Guaíba. Em 1992, iniciou sua carreira como instrumentista de gaita ponto participando de rodeios e festivais amadores, representando o CTG República Riograndense. Adriana de Los Santos, ao conquistar o título de campeã do 8º Acampamento da Arte Gaúcha de Tapes.
“Guaíba é uma cidade acolhedora. Acredito que por ser banhada pela água, aqui flui boas energias e prosperidade”, disse. “Tocamos em diversas regiões do País e cidades gaúchas, mas tocar em Guaíba é diferente”, comenta. Segunda ela, a Semana Farroupilha de Guaíba é a maior festa do RS. “ Guaíba significa família, me sinto acolhida”, disse.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS