A fome não pode esperar


O Banco de Alimentos de Guaíba vive momento crítico com a queda das arrecadações. Com a pandemia e neste momento de bandeira preta, o Sábado Solidário, uma das principais fontes de arrecadação em todos os meses, teve que ser suspenso e com isso cerca de 900 famílias poderão ficar sem a ajuda. “ O momento é crítico de doações, quase zero. Nosso estoque é de 400 quilos”, comentou o presidente do Banco de Alimentos, Flávio Ribeiro. Segundo ele, a suspensão do Sábado Solidário e a crise que atinge empresas e o comércio fez com que as doações reduzissem.
Buscando uma alaternativa, uma parceria com o Supermercado do Índio deve amenizar a situação. Cada quilo doado ao Banco de Alimentos no momento da compra, o supermercado doará outro.
O Banco de Alimentos beneficia 25 entidades, atingindo mais de 2400 pessoas todos os meses.
ENTIDADES BENEFICIADAS COM ALIMENTOS

-Associação Social da Igreja Assembleia de Deus

-Ação Social da Primeira Igreja Batista de Guaíba

-Apae Guaíba

-Associação dos Voluntários do IPE

-Centro Espírita Paladinos de Jesus

-Comunidade Cristã Vida Plena

-Comunidade Filhos da Cruz

-Desafio Jovem Gideões

-Instituto Espírita Lar Irmã Terezinha

-Instituto Espírita Leon Denis

-Lar Irma Esther

-Liga Feminina de Guaíba

-Nossa Casa Sociedade Espírita Bezerra de Menezes

-Paróquia Nossa Senhora de Fátima

-Paróquia Nossa Senhora do Livramento

-Projari

-Projeto Superação

-Sociedade Espírita Caminho da Luz

-Sociedade Espírita

Discípulos de Cristo.



ÚLTIMAS NOTÍCIAS