Álbum resgata clássicos da voz de ouro da música gaúcha


A Associação Cultural José Cláudio Machado reuniu num álbum o melhor do cantor José Cláudio Machado, a voz de ouro da música gaúcha, falecido há dez anos. O CD conta com dez composições e uma música póstuma de Helmo de Freitas-O Carijó e Paulo Deboni. As canções foram escolhidas por fãs através das enquete nas redes sociais, entre elas, Pêlos, Milonga abaixo de mau tempo, Cantar galponeiro,Pedro Guará, Chasque pra Dom Munhoz, entre outras.

Na noite próxima quinta-feira, 5 de maio, no Espaço que leva o seu nome no Restaurante Caramele, na avenida João Pessoa, Centro, Guaíba/Rs, será lançado o álbum com a presença do compositor e cantor Mauro Mores, um dos parceiros de José Cláudio Machado.

O álbum tem a montagem da DRBC Studios de Beto Caetano, um destacado acordeonista e das confianças do Zé Cláudio nos palcos do cantor, além das fotos inéditas de Luiz Ávila, programação visual de Paulo Deboni, Maria Luisa Quadros Deboni e da arquiteta Raquel Ferreira. Participa também desta obra, o patrão Cilon Silveira na abertura do mesmo.Os fonogramas foram gentilmente cedidos pela USA Discos. A arte digital é de Carlito Bicca.

Segundo Paulo Deboni e Maria Luisa Deboni, da Associação Cultural José Cláudio Machado, a inauguração a estátua do cantor está prevista para final de novembro deste ano em frente ao catamarã, no Largo que leva o seu nome. A Associação em parceria com a escritora Elma Santana, e Isadora Machado, prepara um livro com a história do cantor.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS